Follow by Email

20140204

Isenção de IMI?

Não posso deixar de estranhar esta notícia após uma semana sobre uma visita duma equipa da fiscalização da CM Porto a uma obra nossa com um discurso totalmente antagónico a este. Não vou entrar em pormenores sobre o que me foi dito porque não me ficaria bem fazê-lo aqui.
Focando-me novamente na notícia o que a CM Porto diz aqui defender não é nada de novo, aliás, é previsto por lei. Para tal basta ler o Artº 45 dos Estatutos dos Benefícios Fiscais cuja Dra Marta Oliveira Ramos nos fez gentilmente chegar para defesa da nossa argumentação ao que na referida visita nos foi dito.

Confesso-vos que após visitas de fiscais que única e simplesmente entram numa obra de reabilitação à procura de problemas para nos levantar impedimentos e gerar novos processos para entupir os seus escritórios com mais processos de coisas totalmente inócuas, em resultado duma falta de bom-senso impressionante, e de me aperceber duma concorrência por parte de colegas totalmente desleal que tentam a todo o custo fazer-se mostrar a meus clientes de longos anos, dá-me uma vontade enorme de parar com tudo isto e deixar o Porto apodrecer ou entregá-lo de vez aos cuidados dessa gente.

Amanhã deverei estar um pouco melhor e lá voltarei a trabalhar com o entusiasmo do costume, até porque gosto muito do que faço e mais feliz por fazê-lo na cidade onde nasci.
Tenham um bom resto de dia.


http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=3660253&page=-1


Jorge Garcia Pereira

Sem comentários: